Total de visualizações de página

ESPAÇO HOLÍSTICO

ESPAÇO HOLÍSTICO
SOMOS TODOS ENERGIA

SIGA O BLOG - CADASTRE SEU EMAIL E RECEBA NOTIFICAÇÕES DE POSTAGENS

segunda-feira, 20 de março de 2017

17 sinais de que seu corpo está muito ácido - e 9 formas de alcalinizá-lo rapidamente!


O nosso corpo precisa ter o pH ligeiramente alcalino, uma vez que a acidez é prejudicial à saúde.Um corpo ácido é propício para o desenvolvimento de bactérias, leveduras e muitas doenças. CLIQUE AQUI...


O nosso corpo precisa ter o pH ligeiramente alcalino, uma vez que a acidez é prejudicial à saúde.
Um corpo ácido é propício para o desenvolvimento de bactérias, leveduras e muitas doenças.
Para evitar essa situação, o próprio organismo se encarrega de retirar os minerais dos órgãos vitais e dos ossos para neutralizar o pH, tentando diminuir a acidez.
Portanto, nessas condições, podemos ficar carentes de cálcio, sódio, potássio e magnésio – problema que pode passar despercebido por muito tempo.
Felizmente, podemos contribuir com o bom funcionamento do corpo.
Basta evitar o consumo de alguns alimentos ácidos, como:
- Carne (principalmente em excesso)
- Laticínios
- Açúcar
Se o organismo ácido não for tratado a tempo, com certeza sofreremos alguns danos causados pela acidose (desequilíbrio do pH), como:
- Gengivas sensíveis e inflamadas
- Deficiência imunológica
- Ciática, lombalgia e rigidez do pescoço
- Problemas respiratórios , falta de ar e tosse
- Excesso de fungos (como cândida)
- Falta de disposição e fadiga crônica
- Danos cardiovasculares, má circulação sanguínea a redução de oxigênio
- Problemas cardíacos, arritmia, aumento da frequência cardíaca
- Ganho de peso, obesidade e diabetes
- Infecção na bexiga e nos rins
- Envelhecimento prematuro
- Náuseas, vômitos e diarreia
- Osteoporose, ossos frágeis e fraturas de quadril
- Dores de cabeça , sensação de confusão e sonolência
- Dor nas articulações, dores musculares e acúmulo de ácido láctico
- Alergias
- Problemas de pele
O pH normal para todos os fluidos do corpo é alcalino, exceto o do estômago.
Apesar de, como já dissemos, o organismo ser capaz de neutralizar a acidez do sangue, esta não é uma alternativa saudável, pois prejudica outros sistemas do corpo, levando a problemas graves.
Para saber como anda o seu pH sanguíneo, é importante entender que ele pode variar de 6,75  a 7,25, mantendo-se num estado saudável.
A melhor forma de equilibrar o pH do sangue é pela alimentação.
Mas não vá pensando que é possível reconhecer os alimentos alcalinos apenas pelo sabor.
O limão, por exemplo, embora muita gente pense que ele é ácido, quando o digerimos, torna-se alcalino.
Uma dica: o cálcio, o ferro, o magnésio, o potássio e o sódio são os principais minerais alcalinizantes.
Ou seja, os alimentos que são ricos nestes minerais são excelentes para a saúde.
No entanto, é bom saber que a maioria dos alimentos são compostos por minerais ácidos e alcalinos ao mesmo tempo – tudo o que precisamos saber é o que predomina mais.
Nosso corpo foi feito com limites, pensando-se no equilíbrio.
Então qualquer desequilíbrio é prejudicial.
 E, assim, o excesso de alcalinidade também é muito ruim.
Como equilibrar o pH do sangue?
Siga estes passos:
1. Verifique o seu pH regularmente (existem exames para isso)
2. Se sua alimentação for muito acidificante, beba muita água (água alcalina quando possível)
3. Retire ou diminua o consumo de alimentos ácidos
4. Substitua, de vez em quando, um almoço tradicional por uma rica salada com folhas verdes, cebola e temperada com limão (não use vinagre comum)
5. Consuma folhas de acelga, alface, couve e aipo/salsão
6. Evite consumir alimentos processados
7. Evite refrigerante, açúcar e café - prefira beber chás.
8. Substitua o leites de vaca por leite de amêndoas ou de girassol
9. Adicione sucos verdes em sua dieta
A medicina natural acredita que o alimento que consumimos tem impacto direto sobre a nossa saúde.
Portanto, cuide-se!

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.
Fonte: www.curapelanatureza.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog